Evolução: O conhecimento do bem e do mal.

A evolução é uma tendência irreversível. Assim como o universo se expande continuamente, também, devemos evoluir a certa medida como seres conscientes, isso é, ao adquirirmos mais conhecimento melhor interpretaremos o mundo, o que antes na (infância e juventude) era dito perigoso; proibido e impensável, agora passar a ser trivial e geralmente necessário em nossas vidas, por exemplo: o que nos fora ensinado na infância e adolescência: “não fale com estranhos; obedeça sempre aos mais velhos; fazer isso ou aquilo é pecado e um rol enorme de coisas”.

Sabemos que em nosso cotidiano, quando adultos, essas coisas (regras da infância) não fazem mais o mínimo sentido, aliás, precisamos sim falar (interagir) com todos e não é porque uma pessoa é mais idosa que nós que se trate de um indivíduo sábio, etc.

Então, conhecer o bem e o mal em todas as fases da vida é algo necessário para nosso dia a dia. Se vivêssemos sob as regras da infância sendo adultos, certamente não poderíamos desempenhar muitos papeis relevantes na sociedade, mesmo porque, seriamos taxados de infantis, mimados e dogmáticos.

Por isso devemos utilizar com eficiência os conhecimentos e discernir por nós “mesmos” sobre (o bem e o mal), isso é fundamental. 

Como poderemos fazer o bom uso da evolução enquanto seres sociais que somos? 1) adaptarmos sempre; 2) defender pontos de vista até a medida que conheçamos melhores argumentos; 3) ter em mente que sempre se pode aprender mais e; 4) saber que ninguém pode conhecer tudo sobre todas as coisas e que existem leis universais, tais como observamos na natureza, por exemplo: a lei de causa e efeito, o que se planta colhe.

Por fim, essa reflexão me ocorreu a partir de um novo entendimento quando eliminei um dogma que acompanhava desde a infância, percebi, que à medida que conhecemos mais sobre o bem e o mal, relativo será a nossa responsabilidade sobre o que sabemos. Também, quanto mais conhecermos sobre a (vida) mais compromissos teremos com o universo e suas leis. É um fato revelador e reconfortante, portanto, não devemos ter medo do desconhecido, devemos aprender com ele sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.