REFLEXÃO: NÃO HÁ NADA MAIS PERMANENTE QUE A MUDANÇA.

Vivemos em uma sociedade de mudança, de volatilidade. As nossas certezas de hoje não passam de fases de algo que certamente amanhã não mais existirá, como bem definiu em “modernidade líquida” o professor Zygmunt Bauman. Contudo, não é incomum alguém afirmar enfaticamente que “sou conservador”.

Como chegamos a essa realidade? — acordos que firmamos que não serão cumpridos — convicções professadas que não durarão meses — amizades virtuais que nunca se tornarão de fato. A lista é enorme.

Entretanto, gosto de pensar que tudo o que está acontecendo em nossa sociedade, sobretudo, nas relações humanas frente à vida, não passam de um estágio do nosso desenvolvimento. Que no princípio, num passado não muito distante, havia entre as pessoas: a palavra; o compromisso e a lealdade. Aliás, bastavam poucas palavras para firmarmos compromisso sério, portanto perene. Porquanto não há dúvida que isso ficou no passado.

Como sou um sonhador de ‘carteirinha’, porque acredito que a tônica de tal estágio, isto é, dessa “realidade liquida” em que vivenciamos seja o prenúncio de uma novidade que se avizinha. Qual seja? — uma premente necessidade de mudança de comportamento por parte de todos. Pois, é fato que hoje cada vez mais pessoas e relações se tornaram assemelhado a objetos ou coisas.

Por fim, quero saudar com entusiasmo os novos tempos, que naqueles, redescobriremos a nossa humanidade e a grande importância que esse discernimento tem para vivermos em paz e segurança em nossa pequenina nave, que chamamos de terra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.