REFLEXÃO: O PODER QUE EXISTE EM NÓS

Sempre ouvimos que a mente humana é a maior geradora de ilusões. Segundo a neurociência, temos cerca de (50.000) sinapse, pensamentos, num único dia. São muitos não acham? — Se refletirmos um pouco e, levando-se em conta a quantidade de atividades que fazemos no dia-a-dia no modo automático, parece fazer todo sentido, por exemplo: ao dirigirmos um veículo ou ao interagirmos com pessoas.

Entretanto, as nossas ações são coordenadas por um sistema intrincado que atua entre os nossos sentidos (visão, audição, tato) e um conhecimento prévio: sobre como dirigimos, gesticulamos e falamos. Então, tudo isso acontece a partir da nossa mente e funciona relativamente bem, porém, há exceção, sobretudo, naqueles momentos de alterações de humor.  

Eis, o (xis) da questão: as nossas emoções. — Somos seres conscientes, por conta disso, devíamos considerar maior compreensão do nosso interior, sobre o porquê fazemos algo e poucos instantes depois nos arrependemos. O que nos levou a tomar determinadas atitudes muito aquém do nosso comportamento normal, habitual?

Se existem sentimentos, significa que existe algo sutil, porém, real. Esse é o grande segredo da existência humana, a nossa parte extrafísica, o nosso espirito. Trata-se da parte de pura energia que nos anima e nos conecta ao todo, com o universo.

Ademais, não existiríamos isoladamente tal como uma máquina sofisticada, que nada mais é que o conjunto de peças engenhosamente montadas, alimentada por algum combustível ou energia elétrica. Somos muito mais. A energia que nos alimenta, existe numa (frequência) bem sutil e, é extremamente poderosa e a percebemos ao externar nossas emoções.

Assim, os sentimentos têm poder, sobretudo, os mais nobres percebidos pela empatia: (amor e o senso de justiça), entretanto, há outros de cunho egoísta: (raiva, inveja, etc.) que também interferem em nossas escolhas. É fato, fica evidente na forma pela qual nos expressamos e decidimos, porque invariavelmente somos influenciados pelas emoções.

Sabemos que as emoções afetam nossas escolhas e, consequentemente, tudo o que fazemos. Num momento de raiva, por exemplo, certamente não tomamos boas decisões. Aliás, não é incomum nos arrependemos com frequência do que fazemos, quando naquela condição egoísta.

Por isso, pela forma que administramos nossas emoções, agimos para despertar mais paz e harmonia ou inquietação e discórdia no mundo. Na interação com pessoas diariamente, por exemplo, a depender do nosso estado de humor, seja por fala ou gesto, a primeira coisa que invariavelmente nos vem à cabeça diz respeito aos nossos preconceitos. E, sabemos que quando calmos somos mais racionais.  

Mas, essa não é toda a verdade, porque as emoções afetam o estado das nossas mentes e com isso, ocorrem mudanças químicas em nosso corpo físico e podemos nos curar ou ficar doentes. E, em simultâneo, irradiamos a energia na mesma frequência para tudo em nossa volta, e para o universo. Não há mistério nisso, trata-se, de algo que já era conhecido desde a antiguidade: (as frequências dos pensamentos), ou seja, o nosso nível mental interage com tudo.

Por fim, o mais importante para o autoconhecimento provém daquilo que aprendemos a partir das coisas mais simples da vida, como, por exemplo, daquele dito da sabedoria popular: “só amor constrói e o ódio destrói”. Ambos, são sentimentos, entendemos que não provêm da nossa biologia, da nossa parte física mortal, porque ambos (bons ou maus) derivam do dado grau de elevação da nossa alma, do nosso espirito imortal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.